O Twitter já faz parte da vida de muita gente na internet. Fato. De coisas babacas do dia a dia, até discussões sérias, passando pela divulgação de eventos e notícias, os 140 caracteres já entraram na rotina e são checados tanto ou mais que as caixas de entrada do e-mail.

Tanto que existem programinhas que atualizam o tempo todo as entradas do seu Twitter, se tornando um divertido “atrapalhador” de trabalho no cantinho do seu navegador.

Mas para muita gente, 140 caracteres não são suficientes. Ainda mais quando você quer contar algo mais elaborado. E quem usa o Twitter sabe como é chato ver 5, 10 posts seguidos da mesma pessoa.

Para isso inventaram o Twitpic, popular ferramenta que publica fotos nos teus posts, de forma rápida e simples. Todo mundo já viu alguma mensagem com um link twitpic.com/alguma coisa. Você clica e ele vai para um álbum de fotos todo bonitinho, organizado cronológicamente. Uma mão na roda para quem gosta, por exemplo, de tirar fotos com o celular e mandar para todo mundo ver.

twitpic

Até aí novidade nenhuma.

Mas este site que eu conheci hoje pode dar uma mão para quem acha que 140 caracteres mais foto não são suficientes para expressar tudo aquilo que você quer colocar para fora e compartilhar com seus amigos.

screenr

O Screenr é um site que te permite gravar o que você está fazendo no desktop e já cria automaticamente o link para a atualização no Twitter.

Por exemplo: você quer colocar aquele vídeo do fim de semana para todo mundo ver. Teria então que baixá-lo no computador, publicá-lo no Youtube, pegar o link do Youtube, provavelmente passar por um redutor de URL e aí sim publicá-lo no Twitter.

Com o Screener é só colocar ele pra rolar em um player, ajustar a janelinha de gravação no vídeo que quer mostrar e pronto. Dá até para fazer comentário com seu microfone.

Depois é só clicar em um botão e mandar para o Twitter. Gostou tanto do resultado que gostaria de colocá-lo no Youtube também? Tem um botão lá pra isso. E que tal guardar no computador para ver a qualquer hora, ou mesmo no iPod? Também tem um botão que salva o vídeo em formato MP4.

Se esse Screenr já existisse antes, facilitaria infinitamente aquele tutorial sobre a publicação no WordPress. Ou então que tal transformar todas as fotos da viagem em um vídeo para a sua mãe ver lá na casa dela, com uma musiquinha de fundo,  sem precisar de um editor de vídeo que vai comer a memória do teu computador?

As possibilidades vão até onde a criatividade deixa. Lá no site tem um vídeo que explica certinho como fazer, mas não tem segredo, é melzinho na chupeta.

Thiago Kaczuroski, o Kazu, escreve às quartas-feiras no Sete Doses e atualiza frenéticamente o twitter.com/thiago_kazu

Anúncios