A dose_INDIE ocupou mais espaço do que devia. Recomendo que você afaste tudo aquilo que estiver por perto porque o embalo vai começar. Esse set list é bem anos 60, bem “Hole In My Shoes”. (*)

01 – Kinks – All Day And All Of The Night

Haja INTENSIDADE.

02 – Strawberry Alarm Clock – Incense And Peppermints

O nome da banda, numa tradução livre, significa Despertador de Morango.

“… little to win but nothing to lose”

 

03 – Castaways – Liar liar

O Castaways começou como um trio e só depois de algumas apresentações, o tecladista Jim Donna entrou para a banda. “Liar Liar” é de sua autoria.

04 – The Surfaris – Boss Barracuda

Os próprios não se consideravam extraordinários, porém mais talentosos do que boa parte das bandas da sua geração. Não tem como negar que no vocal tem um pouco de Brian Wilson, dos Beach Boys.

o5 – The Music Machine – The People In Me

O vocalista Sean Bonniwell, ainda na adolescência, resolveu montar uma banda depois de ter escutado a música “Only You”, do The Platters.

06 – Spencer Davis Group – I’m A Man

Ao longo da sua carreira, o Spencer Davis Group emplacou dois grandes hits. Parte desse mérito ficou por conta do tecladista Steve Winwood, que com tempo montou sua própria banda, o Traffic.

07 – Shadows Of Knight – Shake

Usou como referência o blues que algumas bandas inglesas faziam e deu a ele uma sonoridade de Chicago do começo dos anos 60.

08 – Pink Floyd – Lucifer Sam

É uma mistura muito bem elaborada de psicodelia com rock’ n’ roll. Várias bandas já fizeram um cover de Lucifer Sam”, como o Love And Rockets e todas ainda precisam comer mais feijão com arroz.


09 – Herman’s Hermits – Can’t You Hear My Heartbeat

A banda é de Manchester e, comercialmente falando, eles vendiam e emplacaram vários hits como os Monkees fizeram, mas quanto a popularidade, os americanos levaram a melhor.

10 – The Who – I Can’t Explain

“I Can’t Explain” entrou direto no Top Ten em 1965, sendo uma das músicas do The Who há ficar mais tempo nas primeiras posições. Ela também ganhou uma versão cover desacelerada feita pelo David Bowie no disco Pin Up.

11 – Dave Clark Five – Hippy Hippy Shake

Em 1964 com a música Glad All Over” a banda tirou “I Want To Hold Your Hand”, dos quatro rapazes de Liverpool, da primeira posição da parada inglesa.


12 – Rolling Stones – I Wanna Be Your Man

“I Wanna Be Your Man” foi a música que a dupla Lennon e McCartney presenteou o Rolling Stones depois que eles se conheceram num evento social. Pelos Beatles, ela foi gravada pelo baterista Ringo Starr.

13 – Manfred Mann – Doo Wah Didi

Na essência o Manfred Mann vinha da escola do Jazz e do R&B.

14 – The Byrds – Tambourine Man

A perfeita combinação do folk com o rock’ n’ roll de “Tambourine Man”, mostra que além de fã, os californianos também serviram de inspiração para Mr. Bob Dylan.

15 – Buddy Holly – Bo Diddley

Antes de gravar suas músicas, o Buddy Holly gostava de testar várias possibilidades com os equipamentos em estúdio até a música ser gravada de fato. Tragicamente, ele morreu no mesmo desastre aéreo em que estava o cantor Ritchie Vallens da música “La Bamba”.

 

* Hole In My Shoes foi o nome de uma festa que aconteceu em Tatuí em 2002, organizada pelo Celso Augusto “Cuco”. A noite toda rolou o bom rock’ n’ roll dos anos 60. Ele é o meu amigo que tem um exemplar original do Watery Domestic, aquele EP raridade do Pavement que já comentei algumas vezes aqui na dose_INDIE.

 

Clique aqui para baixar o podcast.

Lex publica seu podcast às sextas-feiras no Sete Doses

Anúncios