Nesta semana a imprensa mundial está noticiando a tragédia que ocorreu no Haiti, e claro nossas duas principais revistas semanais dedicaram suas capas com este assunto, o que chamou a atenção foi a escolha da mesma foto por ambas publicações. Fato que acontece com certa frequência por inúmeros motivos, disponibilidade ou qualidade do material em mãos, entre outros. E no mundo do Rock n´Roll, acontece o mesmo? Fiz uma rápida garimpada no google e na minha memória e selecionei alguns casos interessantes. Aqui vai a primeira parte.

 

 

Neste caso não se trata de plágio, e sim de uma linguagem visual muito adotada nos anos 50 e 60. São muitos os artistas que adotaram essa idéia, e o ponta-pé inicial foi dado no primeiro disco de Elvis Presley. Mais tarde The Clash (1979) e K.D. Lang (2006) fizeram suas homenagens à essa referência. E London Calling acabou se transformando numas das capas mais clássicas do Rock n´Roll.

 

 

Uriah Heep, Savatage e os brasileiros do Moptop fizeram suas capas baseadas na clássica foto da conquista dos americanos em Iwo Jima. Ponto para o Moptop que teve a melhor execução da idéia.

 

 

Sem boas ideias na cabeça, o Mötley Crüe deu sua versão “glam rock” para a capa de Stick Fingers. Nem precisa dizer que Stones é Stones!

 

 

Duas gatas robôs, nada demais já que devem ter zilhões de discos com essa idéia. Mas o que chama a atenção é a capa do Aerosmith, que até pode ser mais bonita, só que notem os detalhes nos ombros e orelhas, são as mesmas anteninhas!!!. Fico com os caras do Autograph que repetiram a personagem em mais uns dois ou três discos, uma espécie de Eddie do Iron Maiden.

 

 

Aqui não tem plágio, homenagem e muito menos referência de nada. Apenas uma linguagem que as novas bandas alternativas tem adotado. Só que já está um pouco batido essa sobreposição de foto da banda com fundo colorido, tipo solzinho oriental. Até eu já fiz muito isso aqui no blog. Dentre muiiiitas que achei assim, essas duas tem um plus, os caras estão sentados, de boa, trocando uma idéia…..rs

 

 

Agora sim!, quem não conhece Todos os Olhos de Tom Zé. Maravilhosa! E a capa do single Zero da banda YYYs, querendo ou não, tem uma certa alusão ao disco de Tom Zé. Olhos e dois orifícios que dependendo do seu gosto pessoal, é opção para entrar e sair de tudo!..rs

 

 

E fechando, uma bela de uma cagada!!!. Lions Pride (1984) e White Lion (2004), além de ter nomes parecidos, os caras do leãozinho branco utilizaram a mesma foto para ilustrar sua capa. Aiii que burricos!

Alessandro Ziegler publica suas ilustrações, ou algo similar, todas as quintas-feiras no setedoses

Anúncios