Aquela desculpa de adiar os compromissos para depois do carnaval não cola mais, a FOLIA ACABOU. Ainda temos um ano inteiro pela frente. E para dar um “gás” nesse recomeço, o set list da dose_INDIE está com “pilha nova”.

01 – Viva La Foxx – Fake It

A banda convidou o guitarrista Reuben Glaser, da banda Pearlene, para juntar forças e lançar o disco I Knew It Wasn’t Love But…

02 – Grooms – Dreamsucker

Até entrar em estúdio para lançar o “Rejoicer”, o seu disco de estréia, o Grooms trocou de nome, que era Muggabears, e de baterista.

03 – Electrelane – On Parade

O Electrelane era uma banda formada apenas por garotas. Quando elas lançaram o segundo disco, The Power Out, o baixista Ross Murray entrou para o clã.

04 – Sloan – The Good In Everyone

Mesmo com o sucesso de vendas no seu país de origem, o Canadá, a gravadora da banda relutou para lançar os seus discos nos Estados Unidos por esperar o “momento adequado”. Desculpinha BEM DA ESFARAPADA.

05 – Arlo – Little American

A banda chamava Otto Band. Eles escolheram o nome atual em homenagem a um amigo DJ.

06 – Archers Of Loaf – Strangled By The Stereo Wire

A sonoridade lo-fi é uma característica marcante na produção dos discos do Archers Of Loaf. E não poderia ser diferente, a banda tem como inspiração o Superchunk, o Sonic Youth e o Pavement.

07 – Celebration – War

O disco de estréia do Celebration foi produzido pelo David Sitek, o mesmo produtor dos rapazer do Tv On The Radio. Inclusive, foi ele que entregou a demo da banda para gravadora 4AD, o que resultou na contratação imediata.

08 – Kaito – Try Me Out

Além de participar das apresentações ao vivo nos estúdio da BBC, a banda teve a ajuda de algumas revistas na divulgação do seu trabalho, como a Mojo e a Uncut.

09 – Inara George – Genius

Imagine a combinação jazz + tropicália + indie rock. É assim que a cantora Inara George define a sua música.

10 – Matthew Sweet – Girlfriend

O disco Girlfriend, que tem o mesmo nome da música, é considerado o mais representativo da carreira do Matthew Sweet e, mesmo assim, depois de lançado, o seu contrato com a gravadora foi cancelado. Coisas da vida.

11 – Carter Administration – Oxycontinental

A banda tocava apenas por diversão e durante um show em uma festa do halloween eles sentiram que rolava a “química de palco”. Depois de gravarem vários EPs, o sensacional Air Guitar Force One foi lançado.

12 – Walking Concert – Run To Be Born

Run To Be Born, música e disco carregam influências do Wedding Present, do The Kinks e do Guided By Voices e mesmo assim mantêm um certo apelo pop.

 .

Clique aqui para baixar a relação de TODAS as dose_INDIE.

Clique aqui para baixar o podcast no formato AAC para iPod.

Clique aqui para baixar o podcast no formato MP3.

Lex publica seu podcast às sextas-feiras no Sete Doses

Anúncios