Uma luta de Mike Tyson, no auge da sua carreira, era certeza de lucro para seus promotores. E foi para faturar alto que o combate contra James Buster Douglas foi marcado para Tóquio em fevereiro de 1990. O resultado óbvio era a 38ª vitória da carreira do lutador de apenas 23 anos, ainda invicto, com seu 34º nocaute, tal era o domínio que tinha dos peso-pesados desde a metade da década de 80.

Tyson chegou ao Japão mais de uma semana antes da luta, com a promessa de mostrar sua força e o controle do ringue que já o consagrava como um dos maiores pugilistas de todos os tempos. Mas trocou a sua preparação pela noite japonesa. Enquanto isso, Buster Douglas chegou ao combate abalado pela morte da sua mãe,.

Dentro do ringue do Tokyo Dome, os prognósticos foram caindo um a um. Mais alto e com mais envergadura, Buster Douglas conseguia manter Tyson afastado, sem chances de desferir seus poderosos golpes. Assim, equilibrou o combate e sobreviveu aos primeiros rounds, o que já era uma enorme surpresa.

Tyson, porém, ainda assustava. E mostrou o seu potencial no oitavo round, quando mandou Buster Douglas para a lona com um poderoso upper de direita. Seu oponente, porém, permaneceu no combate, após uma polêmica contagem do árbitro.

A luta continuou e Tyson sofria por estar pouco acostumado com combates longos, já que costumava resolvê-los no início, e com o olho esquerdo fechado. No décimo round, Douglas deu um upper, mais cinco golpes, com um direto de esquerda que fez o mito cair pela primeira vez. A tentativa de prosseguir foi infrutífera.

O mundo ficou chocado ao ver James Buster Douglas era o novo campeão mundial. E começou a descobrir que o mito Tyson era humano demais, com um casamento recém-encerrado, sem treinador e com uma série de problemas pessoais, responsáveis pela sua queda e seus repetidos problemas, que o levaram a ser preso e interromperam uma carreira gloriosa.

Já Buster Douglas capitalizou a sua histórica vitória ao receber uma bolsa de mais de US$ 20 milhões para defender seus títulos contra Evander Holyfield. Foi derrotado, mas já havia registrado o seu nome na história do boxe ao ser o responsável por desencadear a exposição dos problemas de Tyson.

Leandro Augusto publica vídeos sobre esportes aos sábados no Sete Doses.

Anúncios