Recentemente escutei alguns lançamentos que IMPRESSIONARAM. Na hora comecei a fazer as combinações na minha cabeça com outras músicas um pouco mais antigas que mesmo assim têm lugar garantido nesse set list.

01 – Stone Temple Pilots – Hickory Dichotomy
 
A fênix ressurgiu das cinzas. Stone Temple Pilots, homônimo disco e o primeiro com inéditas desde 2001, quando o Scott Weiland saiu para ser o vocalista do Velvet Revolver. É o Stone Temple Pilots dos bons e velhos tempos.


02 – The Cult – Diamonds
 
O disco Born Into This foi gravado depois que o vocalista Ian Astbury cumpriu a agenda de show do The Doors Of The 21st Century, projeto que contava com dois integrantes originais da antiga banda do Jim Morrison.


03 – Them Crooked Vultures – Reptiles
 
SUPER banda formada pelo Josh Homme, do Queens Of The Stone Age, o  Dave Grohl que dispensa apresentação e o LENDÁRIO baixista do Led Zeppelin, John Paul Jones. A primeira vez que o trio tocou junto foi em 2005 mas nada foi registrado oficialmente. O homônimo disco reserva ótimos momentos que lembram facilmente as três bandas de cada um deles.


04 – Gorillaz Featuring Mos Def and Bobby Womack – Stylo
 
Como de costume o terceiro disco do Gorillaz, o Plastic Beach, foi gravado com várias participações especiais. Além de “Stylo”, atenção redobrada para “Some Kind Of Nature”, com o Lou Reed e “Plastic Beach”, com o Mick Jones e o Paul Simonon do The Clash.


05 – Mos Def – Umi Says
 
Com nove anos de idade o Mos Def começou a cantar rap. Aos 14 já era profissional e fazia parte do elenco fixo da série de televisão The Cosby Mysteries, do ator Bill Cosby. “Umi Says” foi lançada no disco de estréia Black On Both Sides.


06 – Mc Solaar – La Concubine De L’hémoglobine
 
O Mc Solaar é considerado um dos mais populares e melhores rappers franceses. Com o sucesso do acid-jazz suas músicas ganharam projeção mundial e simpatia do mercado americano, mesmo cantando na sua língua mãe.


07 – Tim Christensen – Time Is The Space Between Us
 
Esse foi o único caso que o lançamento impressionou de fôrma NEGATIVA. O disco “Superior” é bem chatinho e equivocado. Para manter a qualidade das músicas do set list, escolhi “Time Is The Space Between Us”, do Honeyburts*, disco anterior que realmente mostra para o que veio.


08 – Interpol – Mammoth

O disco Our Love To Admire, de 2007, foi o último com a participação do baixista Carlos Dengler. Atualmente a banda prepara material novo, com o baixista novo, para ser lançado em 2011.


09 – Albert Hammond Junior – The Boss Americana
 
¿Cómo Te Llama? é o nome do segundo disco solo, do segundo guitarrista do The Strokes. Tanto nesse como no primeiro, Yours to Keep, as músicas soam como as do First Impressions of Earth, da sua banda principal.

 

Imagine que estamos na final da Copa do Mundo de 2014, com o clássico Brasil e Argentina. Maracanã LOTADO e para a nossa infelicidade a seleção canarinho PERDEU de 2 X 1. E como isso é apenas um sonho, os dois gols foram marcados de virada pelo time hermano, com o Maradona na sua melhor forma física. Triste, não? A minha decepção foi igual ao descobrir nessa quinta-feira que o Bon Jovi é INDIE.

Até fevereiro desse ano trabalhei na redação de cinco revistas que na sua melhor fase contou com o Dezinho Toso, o Rics Torres, o Rocha, o Zig, eu e o Gui Bourroul que futuramnente será um sete doser. Essa história do Bon Jovi ser ou não indie era uma piada interna que caiu ontem com o post do Lúcio Ribeiro, no seu POPLOAD. Meu querido Rics já dizia: “sempre soube desde o início, nunca duvidei, a verdade um dia virá à tona”, e veio. Querendo ou não ESSA vou ter que engolir. 

Assim como a piada interna, esse texto é apenas uma brincadeira que encontrou sustentação no post do Lúcio Ribeiro. It’s just a joke. PNC Rics, PNC from New Jersey.

 

*CORREÇÃO: a música “Time Is The Space Between Us” , do Tim Christensen não está no Honeyburst, como escrito acima e sim no Secrets On Parade, disco anterior a ele.

 

Clique aqui para baixar a relação de TODAS as dose_INDIE.

Clique aqui para baixar o podcast no formato AAC para iPod.

Clique aqui para baixar o podcast no formato MP3.

Lex publica seu podcast às sextas-feiras no Sete Doses

Anúncios