O set list dessa dose_INDIE cover está bem variado. As músicas foram gravadas para trilha de filme, compilação feita por emissora de rádio, cd tributo, enfim, seja como for.
 
01 – Smash Mouth – I’m A Believer
 
Música originalmente lançada pelo Neil Diamond, em 1967. Ela foi regravada pelo Smash Mouth em 2001 e celebra o final feliz entre a Princesa Fiona e o ogro Shrek. Por ser um casal famoso do cinema, “I’m A Beliver” quase entrou na edição 67 da dose_INDIE sobre o Dia dos Namorados.

02 – Red Hot Chili Peppers – Love Rollercoaster
 
Clássico da black music que o Red Hot Chili Peppers gravou para a trilha do filme “Beavis and Butt-head Do America”. A história começa quando a televisão da dupla é roubada. Eles partem em uma aventura pelos Estados Unidos para tentar recuperá-la. Essa trama ainda envolve agentes secretos e um misterioso homem que colocou a cabeça da própria esposa a prêmio.

03 – Corinne Bailey Rae – Steady As She Goes
 
Em 2007, a Corinne Bailey Rae participou da compilação ESTABLISHED 1967, idealizada pela BBC para comemorar os 40 anos da RADIO 1.


04 – My Chemical Romance – Song 2
 
MEGA HIT do Blur que o My Chemical Romance gravou na jam-session para o programa de rádio inglês Live Lounge.

05 – Stone Temple Pilots – Break On Through
 
O que faz a compilação Stoned Immaculate: The Music of the Doors ser diferente das demais é a participação dos três integrantes originais no processo de gravação das músicas com os convidados, seja tocando algum instrumento ou na segunda voz.

 

06 – Teenage Fanclub – Here Comes Your Man
 
Em 2000, depois de lançarem o disco Howdy, os escoceses do Teenage Fanclub estavam resumidos a um trio. I Need Direction foi o primeiro single lançado e “Here Comes Your Man”, do Pixies, está no seu lado B.

 
07 – Violent Femmes –  Do You Really Want To Hurt Me
 
O disco Why Do Birds Sing? ficou conhecido por causa do cover do Culture Club, mesmo mantendo em boa parte das músicas a sonoridade acústica característica da banda.


08 – The Kooks – All That She Wants
 
Mais uma banda que também participou da compilação ESTABLISHED 1967, para comemorar os 40 anos da RADIO 1.


09 – Manic Street Preachers – Umbrella
 
“Umbrella”, da Rihanna, tocou incansavelmente em todas as rádios FM. O Manic Street Preachers preparou uma versão electro-rock para a compilação “Cigarettes and Alcohol: 40 Anthems from Then and Now”.

10 – Ian Brown – Thriller
 
Foi apenas na edição de luxo da compilação Golden Greats que “Thriller”, do Michael Jackson, apareceu nos créditos.


11 – Fiona Apple –  Across The Universe
 
Música do Beatles que entrou para a trilha do filme Pleasantville. Aqui no Brasil ele recebeu o nome de “A Vida Em Preto e Branco”.

12 – Minus Story – Hybrid Moments
 
O som da banda pode ser definido como uma mistura do Flaming Lips com o rock progressivo do Yes, independente do que isso signifique.

. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .

01 – Neil Diamond – I’m A Believer

02 – Ohio Players – Love Rollercoaster


03 – The Raconteurs – Steady As She Goes

04 – Blur – Song 2

O disco homônimo Blur é o divisor de águas na carreira da banda. A sonoridade brit pop que começou com o Modern Life Is Rubbish, atingindo a plenitude no Parklife, e sustentada com o The Great Escape é RADICALMENTE descartada nesse. Blur soa experimental e maduro, não velho.

  

05 – The Doors – Break On Through

06 – Pixies – Here Comes Your Man

07 – Culture Club – Do You Really Want To Hurt Me?

08 – Ace Of Base – All That She Wants

09 – Rihanna – Umbrella

10 – Michael Jackson – Thriller

11 – Beatles – Across The Universe

Let it Be… Naked, lançado em 2003, é a versão remasterizada e remixada do original de 1970. Apesar de ser o último disco dos Beatles, ele foi produzido antes do Abbey Road, em 1969. Na época o projeto chamava Get Back e ficou engavetado por um ano. O produtor musical Phil Spector recebeu a incubência de produzir o que seria o último disco do fab four. Ele utilizou um recurso conhecido como Wall of Sound e adicionou orquestra em algumas faixas.
 
Let It Be foi o único disco não-produzido pelo George Martin e um sucesso de vendas e críticas, mas o Paul McCartney não gostou do resultado. Em 2003 foi lançado Let it Be… Naked, a versão como ele gostaria que tivesse sido lançada, SEM o recurso Wall of Sound. A música Maggie Mae” foi retirada e entrou Don’t Let Me Down”. A orquestra em The Long and Winding Road” também desapareceu, deixando a música mais crua e Let it Be” foi apresentada em outra versão de estúdio.

No segundo CD que acompanha o relançamento contém conversas entre os integrantes da banda e partes de ensaios. Entre eles o trecho da música que seria conhecida futuramente como Imagine”.

12 – The Misfits – Hybrid Moment

 .

Clique aqui para baixar a relação de TODAS as dose_INDIE.

.

Clique aqui para baixar o podcast COVER no formato AAC para iPod.

Clique aqui para baixar o podcast COVER no formato MP3.

.

Clique aqui para baixar o podcast ORIGINAL no formato AAC para iPod.

Clique aqui para baixar o podcast ORIGINAL no formato MP3.

Lex publica seu podcast às sextas-feiras no Sete Doses

Anúncios