A partir de hoje, dia 30 de julho, a dose_INDIE passa a ter cara, ou melhor, logotipo. Em fevereiro de 2009 comecei a desenvolver alguns ensaios com a fonte acima, pensando em mostrar para o Dezinho Toso opções com o nome Sete Doses. Antes de finalizar a primeira, o Alê Ziegler apresentou o seu projeto gráfico que é irretocável. Não continuei a minha ideia.

Resolvi retomá-la agora porque em breve o podcast para download também estará disponível na extensão ponto AAC. Na prática ela permite adicionar informações ao audio, como: o nome das bandas e das músicas, avançar e retroceder os blocos e o mais legal, anexar imagens ao arquivo. Baixe a dose_INDIE no final do post e a escute no Windows Media Player, por exemplo. Você verá que aparece o logotipo. Esse recurso também permite ENCHER DE ALEGRIA o display do seu iPod.

01 – Troubled Hubble – Ear Nose And Throat

A banda surgiu em Chicago; o disco Making Beds In A Burning House foi produzido pelo Jason Caddell, guitarrista do Dismemberment Plan; e acabou em 2005 por “reasons both personal and health related.”

02 – We Are Scientists – Nobody Move Nobody Get Hurt

Depois de três EPs independentes os californianos do We Are Scientsists assinaram contrato com uma grande gravadora e lançaram o With Love And Squalor. Ele foi disco de ouro no Reino Unido. No seu país de origem passou despercebido.

03 – Division Of Laura Lee – Need To Get Some

A cena punk de Washington D.C. foi a maior influência dos suecos do Division Of Laura Lee. Não à toa elementos do Fugasi são facilmente encontrados no Black City.

04 – The Heavy Circles – Dynamite Child

“Laços de Família” define o duo The Heavy Circles. O Harper Simon é filho do Paul Simon. A vocalista Edie Brickell foi a terceira esposa do cultuado cantor.

05 – The Oohlas – Small Parts

Projeto desenvolvido pelo guitarista Greg Eklund, ex-baterista do Everclear; seu irmão baixista Mark Eklund e a vocalista Ollie Stone. Para as apresentações ao vivo eles sempre contam com a participação de algum amigo baterista.

06 – The Duke Spirit – Step And The Walk

The Solomon foi o primeiro nome do quinteto inglês. Em 2007 a banda gravou participação no disco do UNKLE, coletivo experimental liderado pelo produtor Chris Goss. Em 2008 a gentileza foi retribuída com a produção do disco Neptune.

07 – Pearlene – Travelin Shoes

O desesperado no vocal do Rueben Glaser já foi definido como: “a knife pressed to your throat.”

08 – Von Bondies – No Regrets

No início o Jack White deu uma BELA AJUDA aos amigos do Von Bondies. Ele produziu o disco Lack of Communication, de 2001 e os convidou para abrir os shows da turnê White Blood Cells, do White Stripes.

09 – Rahim – Gasoline

No currículo do Rahim consta troca de nome e passagem de vários integrantes. A formação clássica é como um quarteto.

.

Algumas edições do podcast do meu amigo Grito estão disponíveis em AAC. Confira aqui.

.

Clique aqui para baixar a relação de TODAS as dose_INDIE.

Clique aqui para baixar o podcast no formato AAC para iPod.

Clique aqui para baixar o podcast no formato MP3.

Lex publica seu podcast às sextas-feiras no Sete Doses

Anúncios