– Percebe que a gente tem um monte de osso dentro da gente?
– Claro, isso é normal.
– Como pode isso ser normal. Olha pra mim, tá vendo que dentro dessas bochechas rosadas de blush tem uma caveira, branca, que fica abrindo e fechando quando eu falo, quer cena mais pavorosa que essa?
– Não, isso fica absolutamente normal quando você pensa que todo mundo é assim.
– Mas eu não gosto de pensar que eu sou assim.
– Sabe o que eu acho estranho. A gente ter essa forma.
– Qual forma?
– Essa forma não geométrica, sabe?
– Seeeeei!
– Por que não somos quadrados ou redondos, por exemplo?
– Porque de a gente fosse quadrado a gente de machucaria mais.
– Por que?
– Por causa das quinas.

 

Ana Luiza escreve aos sábados no Sete Doses

Anúncios