Em 2009 realizei o sonho de assistir o Jane’s Addiction com a formação original. Show Histórico. Desde que a banda acabou, em 1991, o baixista Eric Avery sempre relutou em tocar com os antigos amigos. Aquela turnê foi a primeira que ele aceitou o convite do Perry Farrell. Estava no Maquinária Festival com o Alê Ziegler que reencontrou o brother Mike Patton mais uma vez. Por algum motivo, diga-se BEM EQUIVOCADO, a data coincidiu com o Planeta Terra 2009 e abri mão de Mister Iggy Pop, Sonic Youth e Primal Scream. Felizmente não sou atormentado pelo arrependimento.


Amanhã, dia 20 de novembro, realizo mais dois sonhos e meio, no Planeta Terra 2010. Vou assistir o Pavement com a formação clássica e o Of Montreal que mesmo tendo esse nome é de Athens, na Georgia. O meio fica com o Billy Corgan, único integrante original do Smashing Pumpkins. A dose_INDIE passeia por momentos específicos de cada banda.
 
01 – Smashing Pumpkins – Frail And Bedazzled
 
“Frail And Bedazzled” foi gravada nas sessões de estúdio do Seamese Dream, em 1993 mas lançada apenas no ano seguinte na compilação Pisces Iscariots, com raridades e lados B.

Glynis Johnson foi baixista da Red Red Meat. Em 1992, sua banda fez os shows de abertura para a turnê do Smashing Pumpkins. Após esse período, o namoro com o guitarrista Tim Rutili terminou e ela formou o The Gore Gore Girls. Tempos depois ela foi diagnosticada portadora do vírus da Aids e morreu. Billy Corgan escreveu “Glynis” em sua homenagem. A música foi lançada apenas na compilação No Alternative, organizada pela Red Hot Organization.

02 – Pavement – Unfair
 
Será unfair o Pavement fazer o show de abertura para o Smashing Pumpkins amanhã. O Stephen Malkmus e o Billy Corgan trocam provocações desde os anos 90.

Preste atenção na letra de “Range Life”.
 
 “…out on tour with the Smashing Pumpkins
nature kids, I they don’t have no function
I don’t understand what they mean
and I could really give a fuck…”

03 – Of Montreal – Was Your Face A Head In The Pillowcase
 
As quatro músicas do Of Montreal que estão no podcast fazem parte do Horse And Elephant Eatery – No Elephants Allowed: The Singles And Songles Album, disco com raridades, lançado em 2000, entre o The Gay Parade e o Coquelicot Asleep in the Poppies: A Variety of Whimsical Verse.

04 – Pavement – Shady Lane
 
Quando defini o set da edição 34 – Pavement, o Rodrigo, amigo do antigo apartamento onde morava, pediu para eu colocar “Shady Lane” por ser a sua música preferida mas na edição final ela foi cortada. Um ano e alguns meses depois, pedido atendido.

05 – Of Montreal – True Friends Don’t Want To Do Things Like That
 
“…I live my life like I’m reading my own biography
every night arranging my own anthology
but let’s talk about this crack from which
whenever we’re close, something yanks us back
it’s probably me, it’s probably me

stumbling around, crashing into things
I try to be sly, I end up licking your eye
true friends don’t want to do things like that
true friends don’t want to do things like that”

 06 – Smashing Pumpkins – Perfect
 
Em 1998 o baterista Jimmy Chamberlin não era mais um Pumpkin. Ele foi demitido após a turnê do Mellon Collie And The Infinite Sadness para iniciar o tratamento em clínica para dependência química.

Já escrevi e disse várias vezes na dose_INDIE que considero o clipe “Sugar Water”, das meninas do Cibo Matto, o mais legal que existe no mundo. “Perfect” é o segundo. A sequência de imagens como se uma completasse a outra e as histórias relacionadas entre si fazem toda a diferença. A cena do acidente de carro que acaba em hamburger é a minha preferida. Acompanhe aos 2m48s até 2m58s.

 07 – Of Montreal – Nicki Lighthouse
 
“…everybody thinks the same things
everybody’s the same
everyone, that is, except for my friend nicki lighthouse
where she’s from forward is backward
and down is up
so she eats her dinner on the ceiling
and wallpapers the floor…”

08 – Smashing Pumpkins – Mouths Of Babes
 
Na época do Mellon Collie And The Infinite Sadness, Billy Corgan afirmou que a banda havia gravado mais de cinquenta músicas. Nós fãs fomos presenteados com quarenta e seis: as vinte e oito do disco duplo, mais as dezoito do box The Aeroplane Flies High. “Mouths Of Babes” está no lado b do single Zero.

09.A – Pavement – We Dance
09.B – Pavement – Grounded
 
A banda nunca abandonou a distorção em seus discos. Com o tempo elementos como o folk, english music, soul, jazz e country foram incorporados.

10 – Of Montreal – In The Army Kid
 
“…sorry but you’re just not my type
you know I’ll walk you home anyway
did you know I had a funny dream
and in it I was in the army…”

11.A – Pavement – Fight Generation
11.B – Pavement – AT&T
 
Assim como a banda escolheu pelo término, em 1999, para não soarem clichê deles mesmos, o retorno uma década depois foi estimulado pela saudade de estarem os cinco no palco. Por enquanto não há previsão de material inédito.

12 – Smashing Pumpkins – Pulseczar
 
“Pulseczar” também foi gravada nas sessões de estúdio do Seamese Dream, em 1993 e lançada apenas em video clipe na compilação Viewphoria, de 1994. Em 2002 o material foi digitalizado para DVD e a versão Earphoria para CD ficou disponível.
 
“…I see you comin’ from the sky
I see you callin’ from the sky
your sky can’t heal you again
your sky won’t heal you again
why must I try oh why must I try
cause I’m waiting for you
like never waited for me
why oh why, oh why why oh why
I try why oh why
must I try…”

 

. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .

Coquetel

Mesmo com toda a experiência dos fios de cabelo branco que o Alê Ziegler carrega e eu, com a barba DESTE tamanho, tivemos que provar, no Maquinária Festival, que somos maiores de 18 anos. Assim que entrávamos na Chácarra do Jockey, havia um local para retirar a pulseirnha. Segundo a organização do evento, não seria vendido cerveja para os não-portadores de tal acessório. Claro que na prática não foi isso o que aconteceu mas o episódio valeu pela PIADA.

. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .

Pink Rabbit e los mariachis de la muerte por ZILEX – use sua camiseta ao máximo

. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .

Clique aqui para baixar a relação de TODAS as dose_INDIE.

Clique aqui para baixar o podcast no formato AAC para iPod.

Clique aqui para baixar o podcast no formato MP3.

.

Lex publica seu podcast às sextas-feiras no Sete Doses

Anúncios