O Campeonato Brasileiro tem a mesma fórmula de disputa desde 2003. Mas definitivamente ainda não existe uma fórmula pronta para se construir um campeão nacional. O Fluminense de 2010 mostrou isso ao não emplacar uma arrancada no segundo turno ou nas rodadas finais e acumular tropeços em confrontos diretos. Assim, a conquista do Brasileirão veio principalmente por conta da regularidade da equipe.

O início da campanha do Fluminense, porém, foi marcada por dificuldades. O elenco ainda parecia se adaptar ao estilo do técnico Muricy Ramalho, que assumiu o comando da equipe em abril. Assim, o time acumulou duas derrotas nos três primeiros jogos, sendo uma delas para o Corinthians, concorrente direto na luta pelo título até a rodada final.

A chegada de reforços, como o lateral-esquerdo Carlinhos e os atacantes Emerson e Washington, fortaleceu o Fluminense. Tanto que a equipe emplacou a sua melhor fase no Brasileirão logo após o início irregular. Em 15 partidas, foram nove vitórias e seis empates.

Nesse período, que serviu também como uma despedida do Maracanã, o Fluminense mostrou força ao conseguir vitórias consistentes no Rio. A equipe passou, por exemplo, pelo Cruzeiro, com gol da surpresa Leandro Euzébio. E também atropelou Atlético Paranaense e Internacional, com atuações brilhantes dos atacantes Emerson e Washington. Também empatou com os rivais Botafogo e Vasco em clássicos tão eletrizantes como o 2 a 2 com o São Paulo.

Apesar do elenco reforçado, o Fluminense enfrentou dificuldades no segundo turno do Brasileirão. Por conta de lesões, o time perdeu jogadores importantes e renomados, como Deco, Emerson e Fred. E ainda teve desempenho pífio nos confrontos diretos ao perder para Corinthians, por 2 a 1, no Engenhão, e Cruzeiro, por 1 a 0, no Parque do Sabiá.

O Fluminense, mesmo assim, sobreviveu. Mas deu uma derrapada quase fatal na 35ª rodada. Sob pressão, apenas empatou com o Goiás, em casa, por 1 a 1. Chegou a perder a liderança do Brasileirão para o Corinthians, mas a retomou logo na partida seguinte.

Na rodada final, novamente no Engenhão, a pressão era ainda maior do que a de algumas rodadas antes. Dessa vez, porém, mesmo com dificuldades, o Fluminense conseguiu vencer o Guarani por 1 a 0 e fazer a festa do seu torcedor com a conquista do seu segundo título do Campeonato Brasileiro.

 

Leandro Augusto publica vídeos sobre esportes aos sábados no Sete Doses.

 

 

Anúncios