A web está cheia de redes sociais (como já falei aqui). Mas uma que chamou minha atenção e que tenho usado com certa frequência é o Busk, uma rede social de notícias.

 

Com interface bem simples, o Busk funciona assim: você tem amigos, faz buscas de assuntos que te interessam e pode salvar matérias para ler depois. E “coleciona” elas de acordo com rótulos que você escolhe. E pode também compartilhar assuntos e/ou reportagens que achou interessantes com seus amigos.

É meio instintivamente o que a gente faz há séculos, só que de um jeito virtual. Quando alguém te conta, por exemplo, um fato engraçado que aconteceu em uma viagem de praia, você a guarda na cabeça em uma “pasta” chamada histórias engraçadas, dentro de uma pasta chamada praia, dentro de uma pasta grande chamada histórias de viagens. Aí quando está em uma roda onde contam uma história engraçada, você faz uma busca e acaba encontrando essa. Aí decide se compartilha ou não com os outros.

 

No canal do Busk no Youtube você vê (com umas caras conhecidas) como ele funciona. Confira aqui.

 

Eu uso e recomendo. Pode ficar meu amigo aqui. É ótimo para ir colecionando aquelas coisas que não vai dar tempo de ler no trabalho, mas que você pode consultar com calma quando chegar em casa.

 

 

Thiago Kaczuroski, o Kazu, escreve às quartas-feiras no Sete Doses

 

 

Anúncios