“O IMPERADOR VOLTOU.” Nos últimos dias, essa foi a novidade mais comentada no mundo futebolístico. Não li em lugar algum: “até quando vai durar a VOLTA DO IMPERADOR?” Se pesquisarmos seu histórico, talvez até a próxima carência afetiva ou surto. Vai saber. Sinceramente, para mim, não faz diferença alguma ele voltar, jogar para o Campeão dos Campeões, para o Rubro Negro ou para o time de várzea de Piraporinha. Tanto faz. O acontecimento recente é mais adequado para definir o set list: bandas e cantores consagrados que voltaram à mídia.

01 – Arctic Monkeys – Brick By Brick

Primeiro single de Suck It And See, disco que será lançado em junho. As referências são David Bowie, em início de carreira, e Marc Boland, do T.Rex. A banda não fez esforço algum para divulgar a música, apenas disponibilizou o clipe no site oficial e deixou para os fãs a missão de divulgá-lo no facebook, twitter etc etc etc…

02 – Beady Eye – Wind Up Dream

Banda dos quatro ex-Oasis, sem Noel Gallagher. A grande diferença para a atual é que todos participaram no processo criativo. Algumas músicas de Different Gear, Still Speeding lembram o passado mas não chegam a ser cópia. Ele tem sido meu disco de cabeceira.

03 – Foo Fighters – Rope

Wasting Time foi produzido por Butch Vig, responsável pelo clássico Nevermind, do Nirvana. O lançamento em abril também comemora a volta de Pat Smear na guitarra. The Colour and the Shape, de 1997, foi o último com sua participação.

04 – The Strokes – Metabolism

Depois de cinco anos sem inéditas, quatro projetos paralelos envolvendo seus integrantes, e duas datas de lançamento adiadas, The Strokes volta com Angles. Para a felicidade de nós, fãs, o disco vazou para a internet.

05 – REM – Mine Smell Like Honey

Tanto na aparência como em letras, Mike Stipe envelhece com dignidade em Collapse Into Now. A fase rock’ n’ roll resgatada em Accelerate, de 2008 relembra os anos de Bill Berry, baterista que trocou a rotina de shows pela rural após turne de New Adventures in Hi-Fi, em 1996.

06 – PJ Harvey – The Words That Maketh Murder

As letras de Let England Shake abordam as guerras das quais a Inglaterra participou. Quando PJ Harvey participou de The Andrew Marr Show, exibido pela BBC, o ex-primeiro ministro britânico Gordon Brown era um dos entrevistados. A música apresentada foi The Words That Maketh Murder, o que causou “saia justa.”

“I’ve seen and done things I want to forget
I’ve seen soldiers fall like lumps of meat
blown and shot out beyond belief
arms and legs were in the trees

I’ve seen and done things I want to forget
coming from an unearthly place
longing to see a woman’s face
instead of the words that gather pace
the words that maketh murder

these, these, these are the words
the words that maketh murder
murder…”

07 – Radiohead – Little By Little

Sem aviso prévio, a banda escolheu 19 de fevereiro, sábado, para lançar o oitavo disco de estúdio, mas na sexta-feira ele já estava disponível no site oficial. A justificativa foi: “É sexta-feira. É quase final de semana. É lua cheia. Você pode baixar The King Of Limbs agora se quiser. Obrigado a todos por esperar. Tenham um bom final de semana, onde quer que vocês estejam.”

08 – Gorillaz – Revolving Doors

The Fall, lançado em dezembro de 2010 apenas no formato digital, carrega o título de ser o primeiro disco gravado em iPad. No formato físico ele chegará às lojas em abril. As músicas foram registradas durante a turnê americana da banda.

. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .

dunkin dognuts e hellozilla por ZILEX – use sua camiseta ao máximo
. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .

Clique aqui para baixar a relação de TODAS as dose_INDIE.

Clique aqui para baixar o podcast no formato AAC para iPod.

Clique aqui para baixar o podcast no formato MP3.

.

Lex publica seu podcast às sextas-feiras no Sete Doses

Anúncios